Deputada Rachel MarquesDeputada Estadual Rachel Marques

Destaques

14/06/2018 | Assessoria de imprensa

Rachel Marques ressalta Dia Mundial da Pessoa Idosa

Rachel Marques ressalta Dia Mundial da Pessoa Idosa

A deputada Rachel Marques ressaltou, nessa terça-feira (12/06), durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra o Idoso, no próximo dia 15 de junho.

A parlamentar informou que a Comissão de Direitos Humanos, a qual preside, vai realizar audiência pública para chamar a atenção da população para a data, instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Queremos trazer essa sensibilização para a sociedade. Não podemos achar natural qualquer forma de violência contra idoso”, acentuou a parlamentar.

De acordo com Rachel Marques, 80% dos casos de violência acontecem dentro da própria casa do idoso. “Essas pessoas deveriam ter todo o respeito nesse momento da vida, mas ainda passam por situações constrangedoras”, afirmou. Esses fatos, conforme avaliou a deputada, indicam a necessidade de uma consciência social e política da importância da integridade física e emocional das pessoas idosas.

A deputada lembrou que foi instituído, há 15 anos, o Estatuto do Idoso, prevendo meios para o envelhecimento saudável. “Foi uma conquista a criação do Estatuto, mas é importante que ele seja efetivamente cumprido”, disse. Rachel Marques lembrou que este é o ano de valorização da pessoa idosa, que tem por objetivo esclarecer e sensibilizar a população.

A parlamentar adiantou ainda que a Comissão de Direitos Humanos também está realizando no Estado seminários sobre o passe livre intermunicipal para pessoas com deficiência física e hemofílicos. “A caravana do passe livre visa a difundir essa lei de minha autoria, sancionada pelo governador Camilo Santana. As portas são fechadas a essas pessoas, por isso são necessárias políticas de inclusão social”, acrescentou.

De acordo com a parlamentar, o passe livre já foi concedido para mais de cinco mil pessoas. “O benefício também é para o acompanhante. Precisa apenas provar que o beneficiário é de baixa renda e que precisa de acompanhante. Quem tem Benefício de Prestação Continuada (BPC) poderá receber automaticamente a carteirinha”, informou.

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da AL também se solidarizou com familiares e as crianças que teriam sido abusadas em Itapajé, conforme denúncias divulgadas pela imprensa. Ela disse que é necessário agilizar as investigações, para que todos os acusados sejam presos.

A deputada Fernanda Pessoa (PSDB), em aparte, avaliou como importante para a sociedade construir políticas que assegurem o respeito aos idosos. “Eles precisam de uma visão de solidariedade, mas, muitas vezes, são abandonados pela própria família. Por isso é importante esse reconhecimento”, pontuou.

Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa – Foto: Paulo Rocha