Deputada Rachel MarquesDeputada Estadual Rachel Marques

Artigos

3/10/2017 | Assessoria de imprensa

A prevenção como solução para combater o Câncer de Mama no Ceará

A prevenção como solução para combater o Câncer de Mama no Ceará

O mês de Outubro começa com diversas ações referentes prevenção do Câncer de Mama no Brasil e no mundo. A cada ano o tema vem ganhando espaço nos meios de comunicação com a adesão ao movimento mundial “Outubro Rosa”, que visa chamar atenção, diretamente, para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce.

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano, como explica a Sociedade Brasileira de Mastologia. No Brasil, ocorreram 49.240 novos casos de câncer de mama no Brasil, somente no ano de 2010, sendo superado apenas pelo câncer de pele.

As taxas de incidência na região Nordeste, correspondente ao número de casos para cada 100mil mulheres, é de 30,11/100mil mulheres. Os dados mostram que as regiões com maior desenvolvimento industrial como o consumo da alimentação inadequada e obesidade apresentam grandes taxas de incidência de câncer de mama.

No Ceará, a incidência de câncer de mama pode chegar a 1.900 novos casos em 2015, como aponta a estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Isso significa que cerca de três novos casos de câncer de mama foram registrados somente em Fortaleza. No Estado, a incidência é de 1.900 novos casos com 520 mortes. A dificuldade no acesso ao diagnóstico precoce é um dos motivos dos altos índices no Ceará.

Os números mostram que somente a prevenção pode alterar as estatísticas. Por isso, a importância de apoiar ações de conscientização sobre prevenção e tratamento da sociedade civil organizada e a efetivação de políticas públicas que garantam o acesso ao exame e o tratamento correto. Precisamos debater sobre os casos de forma clara e direta, principalmente, com mulheres a partir dos 40 anos de idade para mudar essa realidade e lutar contra o câncer que mais mata mulheres em todo o mundo. A prevenção ainda é o melhor remédio!